Cuidado com o cadastro indevido

Se você chegou aqui é porque provavelmente estava procurando sobre cadastro indevido, de como saber de quem você está devendo ou até mesmo como você ficou com o nome sujo, acertamos?

 

Se você acompanha a gente, com certeza já sabe como descobrir isso. Caso é a primeira vez que está em nosso blog, prazer, clique aqui e acompanhe um de nossos artigos que podem te ajudar e muito.

É bem simples de saber de quem você está em débito aberto, mas vamos ao assunto principal: cadastro indevido.

 

A seguir, leia como você pode se tornar mira fácil e saiba como se livrar deste problema que na verdade não existe nos órgãos de proteção ao crédito.

 

Como funciona o cadastro indevido

Você sabia que além dos antigos golpes que prometem milagres para você limpar o seu nome sem pagar a dívida há também as próprias empresas que se aproveitam do seu antigo cadastro no SPC e Serasa?

 

Geralmente você é pego de surpresa quando vai fazer uma compra e descobre que o seu nome está sujo, então corre atrás para descobrir para quem você está devendo e então descobre que esta dívida já foi paga a tempos. E agora, como proceder?

 

Duas formas de identificar que existe cadastro indevido

Há duas formas de saber que há algo de errado. Leia com atenção e veja em qual situação você se encaixa.

No primeiro caso, você pode estar sendo vítima de protestos nos cartórios ou cadastros no SPC e Serasa, feitos por empresas que conseguem burlar o sistema e pegar a dívida antiga que já está paga e reativam.

 

Já no segundo caso, as empresas utilizam-se de uma renegociação fantasma por telefone. A empresa entra em contato com você pelo telefone e tenta renegociar, com isso, é feito um novo cadastro, com novo número de contrato para enganar os órgãos de proteção ao crédito.

 

Como eles conseguem fazer isso?

É totalmente errado, mas há empresas que agem de má fé e incluem em seus cadastros dívidas antigas e alegam que foi renegociada, assim a data do vencimento da dívida é alterada e prorrogada.

 

O que fazer nesta situação

Isso é crime e está na lei. Se você passou ou está passando por isso, corra atrás dos seus direitos. Entre em contato com um advogado ou especialista na área, não se esqueça de pedir sempre um contrato, informando todos os dados e que tipo de processo ou acordo você solicitou.

 

Você pode pedir uma ação judicial, pedindo a retirada imediata do seu nome no cadastro do SPC ou Serasa, como indenização por danos morais.

Mesmo que você tenha pago, corra atrás, você tem o direito de recuperar o seu dinheiro de volta.

 

Gostou? Então deixe seu comentário logo abaixo!

E não se esqueça de acompanhar e ler os nossos posts. Compartilhe com seus amigos!