Conheça os principais 4 órgãos de proteção ao crédito

Mais da maioria das pessoas só ouvem em falar no SPC/Serasa quando falamos em nome sujo ou em órgão de proteção ao crédito. Mas o que muita gente não sabe é que existem diversos outros órgãos de proteção de crédito, que prestam serviços a diversas empresas e credores que também tem o poder de colocar o seu nome no cadastro de inadimplentes.

Essa lista com os quatro maiores órgãos de proteção são uteis tanto para pessoas jurídicas ou físicas. Confira!

 

Confira 4 órgãos de proteção ao crédito que fornecem informações do tipo cadastro de restrição:

 

  1. SCPC– Serviço Central de Proteção ao Crédito da Associação Comercial de São Paulo (ACSP);

 

O SCPC fornece informações restritivas de todo o Brasil para auxiliar empresas a avaliar consumidores e realizar vendas a crédito com segurança. Ele é mais usado em processos de análise e concessão de crédito a consumidores.

Este é voltado mais para pessoas jurídicas.

  1. CCF– Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos do Banco Central;

 

Totalmente gratuito, o CCF é um banco de dados que contém os nomes de pessoas que emitem cheques sem dispor de saldo em sua conta para o pagamento.

Para saber se seu nome está incluído no CCF, você pode se dirigir a um dos endereços do Banco Central com qualquer documento de identidade com o número do CPF.

Empresas e credores também podem prestar essa informação e o melhor, não cobra taxas ou tarifas por consulta.

 

  1. SERASA Experian

    – Faz análises e informações para decisões de crédito e apoio a negócios;

A Serasa é uma empresa privada que possui um dos maiores bancos de dados do mundo e dedica sua atividade à prestação de serviços de interesse geral. A instituição é reconhecida pelo Código de Defesa do Consumidor como uma entidade de caráter público (Lei 8.078, artigo 43, parágrafo 4º).

Em seus computadores são armazenados dados cadastrais de empresas e cidadãos e informações negativas que indicam dívidas vencidas e não pagas e os registros de protesto de título, ações judiciais, cheques sem fundos e outros registros provenientes de fontes públicas e oficiais. Os dados de dívidas vencidas são enviados sob convênio com credores/fornecedores, indicando os dados do devedor.

As informações da Serasa são fornecidas aos bancos, às lojas do comércio, às pequenas, médias e grandes empresas, com o objetivo de dar apoio às decisões de crédito e, assim, tornar os negócios mais baratos, rápidos e seguros.

(Fonte: Serasa Experian)

 

  1. SPC– São ligados às associações comerciais

 

Por fim, um dos órgãos de proteção ao crédito mais conhecido por todos: o SPC A sigla SPC significa Serviço de Proteção ao Crédito. Ele é um banco de dados privado de informações de crédito, de caráter público, de acordo com a definição do Código de Defesa do Consumidor,  gerido e alimentado por associações comerciais e câmaras de dirigentes lojistas do país que são filiadas à Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, que trocam entre si informações colhidas em todo o território nacional por meio de uma entidade chamada de RENIC, Rede Nacional de Informações Comerciais.

Quase todas as empresas ou credoras consultam ele por ser o mais conhecido, mais completo e ter mais dados.
 

Vale lembrar que estes quatro são os mais conhecidos e usados, mas há tantos outros órgãos de proteção ao crédito pagos ou não que prestam o mesmo tipo de serviço.

 

Gostou? Deixe seu comentário logo abaixo com a sua opinião!

E não se esqueça de acompanhar e ler os nossos posts do nosso blog. Compartilhe com seus amigos!