Nome no SPC: Posso ir preso?

Antes de intender a fundo se uma dívida pode causar o extremo como uma prisão, vamos conhecer um pouco mais sobre o que é o SPC, qual é a sua função e como funciona esse tipo de restrição. Acompanhe nesse artigo…

O que é o SPC?
Basicamente é uma empresa de proteção de crédito. SPC são as siglas de Serviço de Proteção de Crédito. Sua principal finalidade é “proteger” o comercio como lojas, empresas e bancos apoiando e dando segurança em negócios, empréstimos ou contratos de créditos para pessoas físicas e jurídicas.
Dívidas como cheques sem fundo, atraso de financiamento, e cartão de crédito estão na lista de dados contidos tanto no SPC quanto no Serasa.

Com quantos dias o nome vai para o SPC?
Segundo o CDC (Código de Defesa do Consumidor) não está estipulado um prazo que a empresa credora pode inserir o inadimplente em órgãos de restrição de crédito.
Não sendo uma regra, normalmente a empresa credora antes de incluir o nome do inadimplente em órgão de restrição como SPC, a empresa envia pelo menos 3 avisos formais e aguarda no mínimo 30 dias para o consumidor se retratar referente a divida/inadimplência.

Posso ser preso?
Não, de acordo com a constituição federal a prisão por dividas só é possível nos casos de falta de pagamento voluntária e inescusável de alimentos e de depositários infiéis.
Dívidas como cheque especial, empréstimos, cartão de credito, não leva a prisão!

No portal Mega Consultas você consegue consultar o seu CPF ou CNPJ de forma rápida e segura. Precisando saber quem colocou seu nome em um dos órgãos de proteção de credito? a Mega Consultas também oferece essa ferramenta. Entre em contato e confira nossas funcionalidades.