Faça planejamento e saiba para onde vai o seu dinheiro

A maioria das pessoas quando chegam na metade do mês já se encontram quebradas ou quase sem dinheiro algum, saiba que isso não é nada bom. Isso evidencia duas coisas:

  1. Você está gastando demais

 

Seja com passeios e lazer ou com coisas supérfluas

 

  1. Você está fazendo dívidas demais

 

É necessário comprar tal objeto para a sua casa ou escritório? Você precisa mesmo comprar um celular novo? Pense bem e dê prioridade ás necessidades.

Leia logo abaixo, algumas dicas que damos para você sair da crise, pagar as suas contas e descobrir realmente para onde vai o seu dinheiro. Vamos lá?

 

Mude seus hábitos de consumo

Procure economizar ao máximo, mas não passe necessidades.

Ao invés de gastar uma fortuna com roupas todo mês, por exemplo, compre quando tiver promoção ou quando houver transição de estação, geralmente as roupas caem 70% de seu preço. O mesmo vale com comida e supérfluos, lembre-se, gaste sempre o essencial e não passe necessidades.

Evitar gastos é muito bom, afinal com aquele dinheiro no final do mês, se estiver tranquilo você poderá até comprar um presente pra si mesmo.

 

 

Trabalhe em um plano de ação

Se o seu objetivo é comprar um carro, uma casa ou pagar aquela dívida gigante, sua missão tende de ser árdua e a disciplina deve ser bem rígida, mas não impossível.

Faça uma planilha com os gastos gerais como alimentação, transporte, lazer e CORTE SEMPRE O QUE FOR DESNECESSÁRIO. Se você tiver apoio de outras pessoas como o seu cônjuge ou pai e mãe, o sonho ficará mais perto de se tornar realidade.

Fazendo os cortes você perceberá que o dinheiro que a sua renda mesmo parecendo pouca, fará milagres. O próximo passo é você guardar ele com segurança!

 

Guarde seu dinheiro em uma poupança

Mesmo que sobre bem pouco, pegue este valor e coloque numa poupança. O rendimento depende bastante da economia no dia, mas no final do mês vai render um bom dinheiro a mais, além do que você deposita ali.

Lembre-se que se for para tirar parte do dinheiro, que seja com emergências, acidentes ou em casos extremos.

 

Desafio: Experimente fazer isso em alguns meses, no início é difícil se desapegar, mas depois você colherá os bons frutos. Com isso, você terá respostas para onde o seu dinheiro está indo.

Quer saber se o seu nome está sujo? Então clique aqui e faça já a consulta do seu CPF ou CNPJ.

Gostou das nossas dicas? Então comente, dê a sua opinião, faça o teste e nos conte como foi a experiência. Não esqueça de compartilhar nas redes sociais ou indicar a um amigo. E boas finanças!