dicas para não se endividar com o cartão de crédito

Dicas para não se endividar com o cartão de crédito

Uma das dicas para não se endividar com o cartão de crédito é usá-lo apenas em situações específicas. Sendo assim, compras em supermercado não é uma boa idéia; já uma viagem parcelada, sim. Confira formas de evitar altos juros e muita dor de cabeça!

 

Segundo a CNC – Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, o cartão de crédito atingiu 78,5% de endividamento no país (PEIC). Com isso, ficou na primeira posição no ranking de dívidas já nesse ano de 2019.

 

Como visto nessa pesquisa, mais da metade dos brasileiros não sabem usar o cartão de crédito. Provavelmente, o utilizam de maneira inadequada, em compras no dia a dia e não controlam o que gastam.

 

Também em vez de pagarem a fatura total, optam pelo mínimo, o que gera juros sobre o montante ainda em débito. Dessa forma, acumulam mais valores (juros) para o próximo mês e, assim, a dívida só aumenta.

 

O blog Mega Consultas preparou esse post fornecendo dicas para não se endividar com o cartão de crédito. Certamente, se você aplicar a partir de agora usufruirá de um futuro financeiramente seguro.

 

Se você já contraiu dívidas, mas não sabe como resolvê-las, então, clique Como pagar minhas dívidas e sair do vermelho. Assim, encontrará formas de como quitá-las!

 

Dicas para não se endividar com o cartão de crédito

 

Evitar contrair dívidas com o cartão de crédito não é apenas sensato como livrará você de muito aborrecimento. Além disso, você terá liberdade e paz de não pagar altos juros. E, assim, poderá investir o seu dinheiro em outras necessidades.

 

Abaixo estão algumas dicas para não se endividar com o cartão de crédito cuja ação é preventiva. Então, aprenda, aplique e usufrua de uma vida sem endividamento!

 

1 – Tenha um fundo de emergência

 

  • Uma poupança ajuda naqueles momentos em que incidentes, necessidades ou imprevistos acontecem
  • Com o uso do fundo emergencial você evita de fazer pagamentos com o cartão de crédito
  • Use esse fundo apenas quando surgir uma emergência
  • Após o uso desse fundo inicie um novo ciclo para poupar

 

2 – Se tiver condições de comprar, use o dinheiro

 

  • A matemática é simples: se você tem o dinheiro para comprar algo, então, compre; caso não tenha, não use o cartão de crédito
  • Se toda vez que tiver vontade de usar o seu cartão de crédito e pensar que não dispõe desse dinheiro, você não comprará. Por isso, aplique esse tipo de atitude agora e evite compras por impulso!
  • Lembre-se que você não tem dinheiro ao ter um cartão de crédito. Ele é um dinheiro emprestado para você!

 

3 – Pague a sua fatura integralmente

 

  • Para pagar integralmente a sua fatura do mês controle o que compra
  • Nunca pague o valor mínimo de sua fatura, pois os juros virão na próxima
  • Cuidado com as compras à vista em seu cartão de crédito
  • Preste atenção as compras parceladas para não acumular valores no mesmo mês. Até porque depois você poderá não ter condições de pagar o valor total

 

4 – Use o seu cartão de crédito em situações específicas

 

  • A maioria das pessoas usa o cartão de crédito sem estabelecer um objetivo. Assim, se você não quiser contrair dívidas, decida usá-lo apenas em situações específicas
  • Uma das dicas para não se endividar com o cartão de crédito é criar uma lista das situações em que o utilizará. Por exemplo: viagem em família, itens para construção da casa ou apartamento, medicamentos e outras.
  • Elimine o uso do cartão de crédito para almoçar em restaurantes, cafés, lanches, passeios de fins de semana etc. Tenha um planejamento bem definido!

 

5 – Crie um orçamento conforme o que ganha

 

  • A melhor maneira de não se endividar ao usar o cartão de crédito é definir um valor para uso no mês. Por exemplo: se você ganha R$ 1.000,00, então, defina apenas R$ 100,00 de gastos (10% sobre o que ganha) com o seu cartão de crédito
  • Monitore os gastos conforme os dias forem passando
  • Trabalhe o domínio próprio e elimine o consumismo da sua vida

 

Agora que você aprendeu algumas dicas para não se endividar com o cartão de crédito, descubra as principais razões que levam as dívidas!

 

Principais razões do endividamento no cartão de crédito

 

Aqui estão os sinais de alerta que você deve se atentar, caso não queira pagar altos juros do cartão de crédito. É importante enfatizar que, quanto mais consciente você estiver dos motivos pelos quais usa o cartão, mais evitará armadilha. Então, são estes:

 

  • Não cria um valor limite de gastos com o cartão de crédito. Você deve decidir antes mesmo de usar a cada mês!
  • Usa o cartão de crédito como se tivesse dinheiro na mão. Para evitar a sabotagem lembre-se que cartão não é dinheiro disponível, e sim um dinheiro emprestado!
  • Não monitora o quanto está gastando de saldo no cartão de crédito. Com isso, você gasta, gasta, gasta e quando percebe já excedeu o valor.

 

Para finalizar, deixamos uma citação bastante verdadeira de William Edwards Deming (1900-1993). Ele foi estatístico, autor, professor universitário e consultor estadunidense.

 

Também recebeu reconhecimento por ter sido responsável pela melhoria dos processos produtivos nos E.U.A, na época da Segunda Guerra Mundial.

 

Então…

 

“Não se gerencia o que não se mede. Não se mede o que não se define. Não se define o que não se entende. E não há sucesso no que não se gerencia”

 

Portanto, gerencie o uso do seu cartão de crédito e se livre de perturbações e cobranças.

 

Caso esteja com o seu nome sujo, então, realize a consulta CPF/CNPJ e resolva suas pendências! Para isso, clique em Mega Consultas, faça o seu cadastro gratuitamente, insira créditos e consulte! Muito fácil, rápido e simples!