cadastro positivo

Cadastro Positivo – Clientes de bancos terão seus dados compartilhados

Com a nova lei autorizando o cadastro positivo dos consumidores de forma automática, bancos poderão compartilhar dados de seus clientes. Quer saber como funciona? Quais os impactos? Confira aqui e leia o conteúdo na íntegra!

O Cadastro Positivo é um banco de dados que registra todos os pagamentos que os consumidores fizeram. Assim, qualquer conta como, por exemplo, luz, água, gás, telefone, internet, plano de dados são registrados nesse sistema. Desse modo, é possível saber quem é bom ou mau pagante.

Antigamente, esses dados tinham que ser autorizados pelo consumidor. Ou seja, ele tinha que solicitar que o seu CPF/nome fosse incluído no cadastro positivo para que tivesse um histórico de pagamento. No entanto, com a nova lei de 2019, essa inclusão se tornou automática!

Então, agora, todos os brasileiros que possuem CPF possuem registro de tudo que paga nesse cadastro positivo. Diferentemente dos órgãos de proteção ao crédito como SPC e SCPC que tem uma lista de inadimplesntes; esse é uma lista de adimplentes.

CADASTRO POSITIVO PODE SER USADO PARA OUTRAS FINALIDADES ALÉM DA ANÁLISE DE CRÉDITO?

Desse modo, beneficia o consumidor no momento de ter os seus dados pessoais, bancários, sendo avaliados. Caso ele pague as suas contas em dias ou até antes do vencimento, esse registro será mostrado para quem pedir análise.

Por essa razão, é tão importante manter os seus pagamentos na data certa (sem vencer) a fim de ter uma boa avaliação como consumidor. Ele só beneficia a você e as empresas que poderão ter segurança ao conceder crédito, seja financiamento, empréstimo, cartão de crédito etc.

A partir dessa medida em ter o registro no cadastro positivo de forma automática, os bancos compartilharão dados de seus clientes. Saiba mais abaixo!

Cadastro Positivo – Informações compartilhadas dos clientes de bancos

As informações financeiras dos brasileiros serão compartilhadas, de acordo com o Banco Central. Sendo assim, aqueles que possuem conta nos 5 grandes bancos do país já poderão enviar os dados de seus clientes para os 4 birôs de crédito, os quais são:

  1. Quod

  2. Serasa Experian

  3. SPC Brasil/CNDL

  4. Boa Vista Serviços

Esses 4 birôs de crédito foram homologados pelo Banco Central para gerenciar o cadastro positivo. Além desses 4 bancos ainda há cerca de 100 instituições financeiras que deverão enviar os dados também de seus clientes.

Os bancos terão 30 dias para notificar a seus clientes de que seus nomes constarão no cadastro positivo. E o envio poderá ser por meio de SMS, e-mail ou correspondência.

Assim, quando ele for comunicado dessa inclusão ao cadastro positivo, ele poderá manifestar interesse em cancelar em até 30 dias. Caso não solicite o cancelamento, então, o cadastro será automático!

Assim que as informações forem enviadas ao SPC Brasil, o consumidor receberá um link para verificar como está a situação de sua vida financeira.

Desse modo, ele terá acesso a um histórico de crédito. E também receberá uma nota, equivalente de 0 a 1000 em como se encontra a sua reputação de crédito de consumidor.

Após os dados enviados dos bancos, o próximo envio se destinará a outros segmentos como lojas, operadoras de telefonia, serviços de luz, água, gás etc. Segundo o executivo do SPC Brasil:

Caso ocorra tudo bem, a partir de 12 de janeiro de 2020 poderemos colocar disponível as informações do cadastro positivo para o mercado”

Inadimplência pode diminuir entre os consumidores

Conforme Marcela Kawauti, economista chefe do SPC Brasil, países que adotaram o sistema de cadastro positivo tiveram uma redução de calotes de 45%. Esses dados foram divulgados pelo Banco Mundial e acredita-se que o mesmo aconteça no Brasil.

Assim, o consumidor fica mais atento a querer pagar em dias devido a compreender que os seus dados estão sendo armazenados. E, mais que isso, poderão servir como um indicador de que ele é um bom ou mau pagante.

Na hora da análise, se ele for um bom pagante, de acordo com o seu histórico de pagamento, o crédito será aprovado. E, assim, poderá realizar os seus objetivos conforme necessidade e interesse!

Como posso consultar CPF?

Depois de saber como funciona esse cadastro positivo, que tal verificar como se encontra a sua situação financeira no SPC, SCPC e outros órgãos de crédito? Por meio da Mega Consultas, você realiza a consulta sem pagar mensalidade. Assim, só paga a taxa por cada pesquisa realizada.

Para que possa realizar a consulta CPF é preciso fazer o cadastro no sistema Mega Consultas. Para isso, clique aqui e faça o cadastro preenchendo os seus dados completos nos campos solicitados.

  • Acesse a plataforma online Mega Consultas ao clicar em Consulta CPF

  • Faça o login com a sua senha para entrar em sua conta cadastrada

  • Insira créditos em sua conta e aguarde a sua liberação

  • Após liberado o crédito, escolha uma das opções para consultar CPF conforme sua necessidade e interesse

  • Realize a consulta informando o seu CPF no campo solicitado

  • Visualize as informações e veja se consta alguma pendência em seu CPF/nome

  • Se sim, entre em contato com a empresa e negocie a dívida

Pronto! A sua consulta foi realizada com sucesso! E após a negociação e pagamento da parcela ou à vida, o seu nome sai do registro de inadimplentes. Por fim, seu nome fica limpo!

Se você gostou e esse conteúdo foi útil, comente e compartilhe!